CEEFA - Centro de Estudos Espíritas Francisco de Assis

Atendimento Fraterno

DOMINGO: 09h30 às 10h00 | TERÇA-FEIRA: 13h30 às 14h00 e das 18h45 às 19h00

Terapia voltada aos problemas da alma, fundamentada no Espiritismo e que objetiva a assistência aos que sofrem, através do diálogo espontâneo, confidencial e privativo. Esta terapia é realizada por equipe de tarefeiros do CEEFA, estruturada para tal fim. Consiste em receber fraternalmente aquele que busca o CEEFA, oferecendo-lhe o ensejo de expor, em caráter privativo e sigiloso, suas dificuldades e necessidades.

Do Codificador levantamos as origens do Atendimento Fraterno, ao evocar o seu vigoroso discurso aos espíritas de Lyon e Bordeaux, quando gravou este depoimento para servir de lema para os atendimentos fraternos: -"(...) Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem, erguer a coragem dos caídos, arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez no limiar do crime!"

Em Jesus temos o Atendente Fraterno perfeito que, além de ter ensinado às multidões, através de Seus inolvidáveis discursos, deixou-nos preciosas lições dialogadas, através das quais o Seu verbo de luz socorreu os indivíduos, cada um conforme a sua necessidade: o Moço Rico, a Samaritana, a Mulher Equivocada, Zaqueu, Joana de Cusa e tantos outros.

Eis o Atendimento Fraterno, ontem, hoje e sempre.
Os interessados devem dirigir-se à sala de recepção do atendimento fraterno do CEEFA.

Palestras Públicas

PROCEDIMENTOS E RESPONSABILIDADES

A proposta terapêutica à luz da doutrina espírita é de vital importância, envolvendo o paciente em confiança e ternura, ao mesmo tempo esclarecendo-o quanto à sua realidade e constituição espiritual.
O conhecimento do ser imortal, da sua preexistência ao berço e sobrevivência ao túmulo, torna-se indispensável para qualquer cometimento terapêutico em relação aos problemas e dores humanos.

Em linhas gerais a terapêutica indicada aos atendidos consiste em:
- Praticar o Evangelho no Lar;
- Assistir palestras públicas;
- Fazer fluidoterapia (passe e água fluidificada);
- Ler livros que propiciem a elevação moral e espiritual;
- Despertar a consciência dos atendidos para a necessidade da sua transformação moral.